sábado, 19 de maio de 2012

Os Zinfandels da Zichichi Family



Sonoma County possui diversas AVAs (American Viticultural Areas), com uma grande variedade de microclimas e solos, cada qual propício a uma ou mais variedades de uvas.

A AVA de Russian River, por exemplo, é mais propícia, por seu clima mais frio, à Pinot Noir e à Chardonnay. Já Dry Creek Valley, outra AVA bem ali ao lado, é propícia à Zinfandel, até por ser mais quente.

Em Dry Creek Valley estão alguns dos melhores vinhedos de Zinfandel de toda a Califórnia.

A Zinfandel, que testes de DNA comprovaram ser a mesma uva que a Primitivo italiana ou a croata Crljenak Kaštelanski, não é, ao contrário do que muitos pensam, uma uva fácil, embora produza grandes quantidades.

As uvas de um mesmo cacho tendem a amadurecer de forma não gradual, não raro havendo em um mesmo cacho uvas maduras e outras não. E, em geral, até mesmo por não ser tão “popular” como a Cabernet Sauvignon ou à Pinot Noir, os vinhos Zinfandel não alcançam grandes cifras, levando muitos produtores a não darem a devida atenção  a essa cepa (forma de colheita conforme o amadurecimento das parreiras; separação manual das uvas etc).

E, assim, a qualidade dos vinhos californianos com a Zinfandel varia dos medíocres (desde os tintos até os rosados chamados de White Zinfandel) a grandes vinhos, em geral robustos e potentes.

Existem produtores especializados na Zinfandel, que produzem vinhos incríveis, como Seghesio Family, Ridge, Turley e Grgich Hills Cellar. Há até mesmo uma organização privada que congrega entusiastas da Zinfandel, a ZAP - Zinfandel Advocates & Producers (www.zinfandel.org), promovendo-a.

Dentro desse contexto, em viagem à Califórnia em 2011, visitei a Zichichi Family Vineyards, uma pequena vinícola familiar, que está localizada ao norte do Dry Creek Valley.

Pouco conhecida, vendendo diretamente seus vinhos, a Zichichi Family Vineyards conta um grande tesouro. Havia lido sobre seus fantásticos vinhos Zinfandel na revista Wine Enthusiast cerca de um ano antes e a coloquei no roteiro. Não há taxa de degustação, e os vinhos são incríveis.
Logo no primeiro vinho degustado, o 2007 Zichichi Family Estate Zinfandel verifiquei a qualidade do vinho, impressionante. E o seguinte, o 2007 Zichichi Family Old Vines Zinfandel, mais incrível ainda! E ainda teve um 2007 Zichichi Family Cabernet Sauvignon Napa Valley muito bom, porém, acreditem, ofuscado pelos incríveis Zinfandels.




E além de poder repetir todos os vinhos, ainda houve prova diretamente do barril de dois Zinfandels da vinícola, da safra 2010.

Como os vinhos da Zichichi são de produção limitadíssima e difíceis de encontrar em lojas, comprei quatro garrafas, sendo três do Old Vines.

E hoje, exatamente um ano depois, abri a primeira garrafa do 2007 Zichichi Family Old Vines Zinfandel e, como se transportado no tempo e no espaço, comprovei a qualidade dos vinhos da  Zichichi Family, com sua potência e elegância, revivendo um grande momento.




Cheers!

2 comentários:

Sérgio Azeredo disse...

Fiquei com água na boca e com a curiosidade despertada para provar esse Zinfadel referido no post. Lembrei-me, então, que um grande amigo meu possui algumas garrafas desses vinhos cuidadosamente guardadas em sua adega. Irei visitá-lo assim que ele chegar de viagem, desinteressadamente, é claro!

Sérgio Azeredo disse...

Fiquei com água na boca e com a curiosidade despertada para provar esse Zinfadel referido no post. Lembrei-me, então, que um grande amigo meu possui algumas garrafas desses vinhos cuidadosamente guardadas em sua adega. Irei visitá-lo assim que ele chegar de viagem, desinteressadamente, é claro!