terça-feira, 30 de junho de 2015

Domaine Drouhin Oregon


Recentemente viajamos ao Oregon, na costa oeste norte-americana. Claro, visitamos a principal região vinícola do Estado, o Willamette Valley, uma AVA (American Viticultural Aerea) por si só, explorando ainda suas sub-regiões (Chehalem Mountains, Dundee Hills, Eola-Amity Hills, McMinnville, Ribbon Ridge e Yamhill-Carlton), também AVAs autônomas.

Como já tivemos a oportunidade de mencionar (relembre aqui), o Estado norte-americano do Oregon começou a ganhar fama internacional ainda na década de 1970, quando, em 1979, em uma feira de vinhos conhecida como “Olimpíadas do Vinho”, em Paris, um vinho do Willamette Valley elaborado por David Lett (Eyrie Vineyards) ficou em terceiro lugar no painel de vinhos elaborados com a temperamental Pinot Noir.
 
Um ano depois, em um evento organizado por Robert Drouhin, outro vinho Pinot Noir da Eyrie Vineyards ficou em segundo lugar.

A partir daí, Robert Drouhin, então patriarca da Maison Joseph Drouhin, da Borgonha, e que já havia visitado o Oregon no início da década de 1960, se convenceu de que era o Oregon, mais especificamente o Willamette Valley e suas sub-regiões, que detinha, até mesmo pela suas similitudes com a Borgonha, as condições climáticas e geológicas propícias ao cultivo, nos Estados Unidos, das cepas Chardonnay e Pinot Noir.
Poucos anos depois, em 1987, Robert Drouhin, participando do primeiro festival internacional da Pinot Noir, no Oregon, decidiu comprar uma propriedade na AVA de Dundee Hills, sub-região do Willamette Valley. Nascia, então, a Domaine Drouhin Oregon, vinícola irmã da tradicional Maison Joseph Drouhin, da Borgonha.

Os filhos de Robert Drouin, Véronique e Philippe, receberam a tarefa de cuidar da nova empreitada da família. Véronique, que já havia estagiado anos antes em vinícolas no Oregon (Eyrie Vineyards, Bethel Heights e Adelsheim Vineyards) como enóloga chefe, e Philippe ficou encarregado da viticultura.


Em 1988 a Domaine Drouhin Oregon lançou seus primeiros vinhos, com uvas compradas de produtores locais, e posteriormente em 1989 inaugurou suas instalações.

Atualmente, a Domaine Drouhin Oregon possui 124 acres de vinhedos plantados em encostas, com variadas elevações e exposições solares, sendo 11 acres de Chardonnay e o restante de Pinot Noir.




Em nosso tour pelo Oregon, tivemos o prazer de visitar a Domaine Drouhin Oregon.

Na oportunidade, além de degustarmos vinhos incríveis e elegantes (com um inveja dos residentes do Oregon com acesso fácil a tais vinhos e com isenção de impostos), ainda visitamos as modernas instalações da Domaine Drouhin Oregon, com seus quatro andares privilegiando o modelo gravitacional.

Os vinhos degustados foram os seguintes: Domaine Drouhin Arthur Chardonnay Dundee Hills 2013; Domaine Drouhin Pinot Noir Willamette Valley 2013; Domaine Drouhin Pinot Noir Dundee Hills 2012; Domaine Drouhin Cuvée Laurène Pinot Noir  Dundee Hills 2011; e os raros Domaine Drouhin Cuvée Louise Pinot Noir  Dundee Hills 2011 e Domaine Drouhin Edition Limitée Pinot Noir Dundee Hills 2011.

Vale observar que a vinícola ainda oferece o Drouhin Experience Winery Tour: Burgundy & Oregon Compared. Neste é possível se degustar e comparar vinhos da família Drouhin produzidos no Oregon  e na Borgonha, explorando similitudes entre as cepas Chardonnay e Pinot Noir e as diferenças decorrentes dos diferentes terroirs.

E para brindar essa incrível experiência, as paisagens locais tornaram a visita ainda mais inesquecível.

Cheers et Salut!

Um comentário: