terça-feira, 29 de setembro de 2015

Col Solare, uma parceria da Família Antinori e do Chateau Ste. Michelle


Criada em 2001, Red Moutain, que se encontra englobada pela AVA Yakima Valley, é a menor AVA (American Viticultural Area) de Washington, na costa oeste norte-americana, com 1199 acres de vinhedos plantados.


Trata-se na verdade de uma colina, com terras marrons, e que produz algumas das melhores uvas de Washington. Aqui brilham a Cabernet Sauvignon, a Merlot, a Syrah, dentre outras uvas tintas. Suas uvas são disputadas por diversas vinícolas, muitas localizadas em outros pontos do Estado.

Vinhos que ostentam em seus rótulos o nome dessa pequena apelação, e/ou ainda de seus vinhedos mais célebres como Ciel du Cheval e Klipsun são sempre sinônimos de alta qualidade.

A alta qualidade dos vinhos de Washington de um modo geral, sedosos e com grande estrutura, chamou a atenção de “estrangeiros”, que rumaram para a região estabelecendo projetos próprios ou parcerias com produtores locais.

Um dos “estrangeiros” pioneiros em Washington foi o Marquês de Antinori, associando-se à vinícola Chateau Ste. Michelle, uma das maiores, mais antigas e tradicionais vinícolas do Estado.


Dessa parceria surgiu em 1992 a vinícola Col Solare, com o primeiro vinho homônimo lançado anos depois, safra 1995.

Incialmente, a Col Solare utilizava uvas adquiridas de vinhedos de Red Mountain, como os famosos Ciel du Cheval, Kiona e Klipsun. Posteriormente, passou a produzir a partir de vinhedos próprios em Red Mountain.

A Cabernet Sauvignon prepondera no Col Solare, entrando outras uvas como Merlot, Cabernet Franc, Petit Verdot e Syrah no assemblage, de forma e percentuais variados conforme a safra. Interessante é que não houve interesse em se produzir, ao contrário de outras vinícolas na região, a Sangiovese.

A vinícola produz ainda um segundo vinho, o Shining Hill, com as uvas remanescentes do vinho principal. Em regra, esse segundo vinho é elaborado em pequenas quantidades e vendido apenas na vinícola.

Há ainda uma edição especial do Col Solare chamada de Componente Collection, elaborada apenas com uma das cepas, como a Cabernet Sauvignon, em baixas quantidades e em pouquíssimos anos, e à venda de tempos em tempos apenas na própria vinícola.

Recentemente, em viagem ao noroeste do Estados Unidos, tivemos a oportunidade de visitar diversas regiões e vinícolas de Washington, incluindo a Col Solare, que conta com uma paisagem deslumbrante e uma incrível arquitetura.

Em nossa visita, além de aprendermos um pouco mais sobre a história da vinícola, tivemos a oportunidade de degustar quatro vinhos: duas safras do Col Solare, 2011 e 2012, a primeira um ano mais frio e difícil, já a segunda um ano apontado por muitos como um dos melhores; o Shining Hill 2012, que bravamente cumpre seu papel de segundo vinho da casa; e também o raro e único Col Solare Component Collection Cabernet Sauvignon 2009, todos demonstrando a alta qualidade da vinícola e a razão de Red Mountain ser considerada uma das melhores regiões de vinhos de Washington.

Salute!

Nenhum comentário: